terça-feira, 4 de outubro de 2011

GAGUEIRA NÃO TEM GRAÇA

Falar em público é um item que geralmente aparece nas primeiras posições quando se elaboram rankings sobre coisas estressantes na vida, acima até mesmo de divórcio, morte ou endividamento. Mas há na cena de abertura do filme “O Discurso do Rei” uma expressão no rosto do protagonista que vai além de qualquer definição usual do medo de palco que normalmente nos aflige quando temos que falar em público.


Neste sábado passado estive novamente, de novo e outra vez no bar Confraria, que eu adooooro!!! Fiquei horas no camarim com meu querido amigo Gilson de Paula, tricotando e botando o papo em dia. Sempre tive vontade de sentar para conhecer um pouco este ator que interpreta o personagem Black Negona, mas o corre-corre não permitiu uma maior aproximação.


A identificação foi de imediata, pois a GAGUEIRA minha e a de Gilson foi à tônica da conversação. Por incrível que pareça a gagueira de Gilson sumiu no momento que incorporou a Black Negona. Engraçado!!! Pensei que só acontecesse com cantores.


video

Na maioria das vezes a gagueira é mostrada como uma brincadeira, como um quadro de humor, esse é um assunto sério e delicado. A natureza humana nos faz rir de pessoas gagas. Mas, para elas, a gagueira é, muitas vezes, motivo de constrangimento. Existem ainda muitos mitos em relação à gagueira, e muitos acreditam que não há nada a ser feito para que melhore. A gagueira pode se apresentar como um bloqueio ou parada na fala, prolongamento ou repetição de um som. Existe, também, a gagueira encoberta, quando a pessoa consegue disfarçá-la eu, por exemplo, costumo evitar o uso de algumas palavras, fazendo pausas, inserindo outras palavras no discurso (como “olha”, “bom”, “é”).


Nelson Gonçalves, um dos maiores intérpretes da música brasileira e que na sua juventude tentou de tudo: foi jornaleiro, mecânico, engraxate, polidor, tamanqueiro e lutador de boxe, sempre acompanhado de seu apelido de "Metralha", por causa da gagueira. Decidiu então ser cantor e se converteu em um dos maiores sucessos da música brasileira, ganhou um prêmio Nipper da RCA, sendo somente Elvis Presley o outro agraciado. Durante sua carreira vendeu cerca de 78 milhões de discos, ganhou 38 discos de ouro e 20 de platina. Portanto nem euzinha e nem Gilson de Paula temos motivos para nos envergonhar. Nenenenegona, eu te adooooooro!!!


video


Confira os click’s de Black Negona, Salário Mínimo, Lurdinha Pereira e o stripper Gabriel Oliver na ocasião da festa OKTObearFEST, no bar Confraria. Fuiiiiiiii...!!!








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...